‘Por uma graça alcançada’
é a exposição de Letícia Lopes que ocupa o espaço expositivo do Museu do Trabalho em julho

O Museu do Trabalho anuncia sua nova exposição, “Por uma graça alcançada”, de Letícia Lopes, com abertura dia 11 de julho, às 19h. Sempre conectado com novos artistas e a efervescente produção artística em Porto Alegre nos dias atuais, o Museu realiza esta nova mostra, resultado do prêmio concedido à artista por ocasião da 4ª edição da exposição “Pintura e Desenho - A Novíssima Geração”, de 2017. O projeto, promovido pelo Museu do Trabalho, oferece ao artista premiado uma exposição individual no próprio espaço de artes. Letícia foi selecionada por um júri entre 58 jovens artistas, com idade máxima de 29 anos, que se inscreveram para participar no projeto.

“A gaúcha Letícia Lopes tem seu pictórico amparado no fragmento, no ver em cacos. No entanto, a atmosfera de mistério e, de modo ambivalente e deliberado, do cotidiano terminapor construir uma obra altamente inventiva. Tal como explicitado no título de sua mais importante individual, Presença Sinistra, a tessitura de suas imagens também recolhidas em veículos diversos gera uma sensação de desassossego no espectador, que se assemelha a um ator involuntário participando de uma narrativa sempre bifurcada e longe de um fim. Dioramas, o mundo pré-histórico, as páginas em desmanche de enciclopédias empilhadas em sebos, fotografias com contornos tíbios e os 'assuntos', materiais. Texturas e procedimentos típicos da pintura, juntos, alimentam uma obra visual das mais inquietas”, afirma Mario Gioia.

Letícia Lopes nasceu em Campo Bom/RS em 1988. É Bacharel em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UFRGS (2015). Participou de inúmeras exposições como "A Novíssima Geração - 2017 (Museu do Trabalho/RS), "Arte Contemporânea do RS" (Czech Center/República Tcheca - 2017),"Afinidades Eletivas", com curadoria de Daniela Name (C.Galeria/Rio de Janeiro - 2017),"Scènario", com curadoria de Mario Gioia (Galeria Aura/SP - 2017), “Memória do que vem, futuro do que foi", curadoria de Guilherme Dable (MAVRS/Passo Fundo - 2017), "MOODBOARD" (Museu de Arte Contemporânea do RS - 2016), "The UniqueInstitutional Critique Pop-up Boutique"(chamada de Jonas Lund, Galeria Cavalo/ RJ – 2016, entre outras. Em 2018 realizou a individual ”A hora mágica” na Galeria Aura (SP) com curadoria de Gabriela Motta. Em 2016 foi selecionada pelo Programa RS Contemporâneo, que lhe rendeu a individual "Presença Sinistra", realizada no Santander Cultural, com curadoria de Marcelo Campos (UFRJ).

Por uma graça alcançada - Pinturas de Letícia Lopes
Abertura dia 11 de julho, quarta-feira, às 19h
Visitação de 12 de julho a 19 de agosto de 2018
Terça a sábado, das 13h30 às 18h30 / Domingos e feriados, das 14h às 18h30

Museu do Trabalho - Rua dos Andradas, 230. Centro Histórico – Porto Alegre
Fone 51 3227 5196 / www.museudotrabalho.org

Informações para imprensa:
Bebê Baumgarten Comunicação
51 3028.4201 / 98111.8703
bebe@bebebaumgarten.com
www.bebebaumgarten.com